DACO exibe filme ‘Que bom te ver viva’

O filme ‘Que bom te ver viva’, de Lucia Murat, foi escolhido para o primeiro cine-clube da gestão AnimaDACO. O longa faz parte do kit da 9ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos, que aconteceu ano passado pelo Brasil. Nele, estão presentes produções que tratam de direitos humanos, inclusão e cidadania.

collage

Cena do filme e kit entregue às pessoas que participaram

Confira a sinopse:

O filme aborda a tortura durante o período de ditadura no Brasil, mostrando como suas vítimas sobreviveram e como encaram aqueles anos de violência duas décadas depois. “Que Bom Te Ver Viva” mistura os delírios e fantasias de uma personagem anônima, interpretada pela atriz Irene Ravache, alinhavando os depoimentos de oito ex-presas políticas brasileiras que viveram situações de tortura. Mais do que descrever e enumerar sevícias, o filme mostra o preço que essas mulheres pagaram, e ainda pagam, por terem sobrevivido lúcidas à experiência de tortura. Para diferenciar a ficção do documentário, Lúcia Murat optou por gravar os depoimentos das ex-presas políticas em vídeo, como o enquadramento semelhante ao de retrato 3×4; filmar seu cotidiano à luz natural, representando assim a vida aparente; e usar a luz teatral, para enfocar o que está atrás da fotografia – o discurso inconsciente do monólogo da personagem de Irene Ravache.

 

Todxs convidadxs!

Onde: Sala Moacy Cirne (C-100)

Quando: 13 de março de 2015 (sexta-feira)

Confirme presença no evento no facebook.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s