Greve dos professores em HQ

Encontramos essa história em quadrinhos da UFTM bem didática sobre a greve dos professores. Ela não chega a abordar e explicar todas as reivindicações da greve (a dos estudantes ficou de fora, por exemplo), mas esclarece de forma muito simples a situação dos professores e porque eles continuam em greve.

Veja aqui.

Anúncios

Relatoria da reunião do DACO

13 de agosto de 2012

Presentes: André Borba, Jéssica Pietrani, Marcelo Studart, Mariana Vita (e Eduardo Glasser).

  1. Informes: as avaliações dxs professorxs Laura Bedran, Marco Schneider e Andrea Heckcher serão encerradas no dia 15; amanhã haverá um ato dos estudantes em greve para pressionar uma negociação; está marcada uma reunião aberta da Regional Sudeste II no dia 26.
  2. O tema da coluna do DACO no jornal O Casarão será o enecom.
  3. Eleições ou plebiscito por Gestão Participativa? – Para que haja um discussão profunda sobre o tema e que possamos fazer um planejamento sobre isso, é importante ler o estatudo do DACO para entender nossas possibilidades dentro do que já conquistamos, e conhecer a experiência dos outros cursos que tem gestão participativa. Depois de estudadas as opções, marcaremos uma reunião ou assembléia para decidir.

Veja a relatoria detalhada no grupo.

Avaliação de professores

O DACO tem recebido pedidos da comissão de estado probatório e da comissão de progressão para avaliar nossos professores.

Todos os alunos que já tiveram alguma experiência (de aula ou monitoria) com os professores a serem avaliados podem mandar sua opinião. Basta enviar um email para marivita@uol.com.br com o título “avaliação professor(a) …” e o nome do professor. Ele deve conter quais disciplinas você cursou, quando (exemplos: 2011.2, 2012.1 – essa informação pode ser encontrada no IdUff) e, claro, sua crítica.

As críticas serão reunidas em um texto a ser entregue sob assinatura do DACO, logo é ANÔNIMO e pode ser escrita informalmente.

Devido à rotatividade, os nomes de professores a serem avaliados estão no grupo do DACO no Facebook, que é aberto a todos.

Esses professores estão simplesmente passando por uma avaliação periódica, isso não quer dizer que eles necessariamente tenham feito “algo de errado”.

As avaliações são importantes para que os professores saibam como estão sendo recebidos pelos estudantes e os estudantes tenham uma voz perante os professores. Assim, mantendo uma relação de construção conjunta, pela melhora na qualidade do ensino.

Ajude a divulgar essa pesquisa, compartilhe no grupo da sua turma no Facebook.