ENECOS assina manifesto em defesa do Conselho de Comunicação Social

democom

Direito à informação
Manifesto em defesa do Conselho de Comunicação Social e da democracia
As entidades abaixo assinadas manifestam publicamente seu total apoio à criação do Conselho de Comunicação Social do Estado do Ceará e repudiam, de forma veemente, as tentativas de setores conservadores da sociedade de desqualificar a decisão da Assembleia Legislativa do Estado de propor ao governador Cid Gomes (PSB) a criação de um órgão que possibilitará a efetiva participação da sociedade cearense na criação de políticas públicas em comunicação do Estado. 

Um Conselho tem como finalidade principal servir de instrumento para garantir a participação popular, o controle social e a gestão democrática das políticas e dos serviços públicos, envolvendo o planejamento e o acompanhamento da execução destas políticas e serviços públicos. Atualmente, existem conselhos municipais, estaduais e nacionais, nas mais diversas áreas, seja na Educação, na Saúde, na Assistência Social, entre outros. Um Conselho de Comunicação Social é, assim como os demais Conselhos, um espaço para que a sociedade civil, em conjunto com o poder público, tenha o direito a participar ativamente na formulação de políticas públicas e a repensar os modelos que estão instituídos.

Continuar lendo

Estudantes de comunicação da UFPA produzem vídeo questionando a qualidade da TV brasileira

 

No ano em que a TV completa 60 anos no Brasil, o S.O.S. TV surge como um programa de entretenimento, com o objetivo de parodiar e satirizar os programas e apresentadores da televisão aberta do passado, mas que ainda povoam o imaginário e o cotidiano daqueles que assistem a programação televisiva brasileira. Feito a partir de esquetes sendo zappeadas por um núcleo familiar de classe média, residente em Belém-PA, o SOS TV tem a finalidade de criticar, a partir do humor, os discursos midiáticos construídos com base em estereótipos na corrida pela audiência e popularidade, não esquecendo o foco local sobre a região amazônica, representado, sobretudo, nos esquetes do SOS TV referentes ao gênero jornalístico. Ao final, pretende-se causar uma reflexão sobre o real papel da televisão na vida dos brasileiros, e a iminente ameaça de perda de audiência perante a evolução tecnológica dos media, como videogames de última geração e a TV Digital.

 

Turma de Jornalismo 2008 da Universidade Federal do Pará

ENECOS – Nota Oficial sobre as NDJ

 

Nota oficial de posicionamento político da Executiva Nacional dos Estudantes de Comunicação Social (Enecos) sobre as Novas Diretrizes Curriculares para o Curso de Jornalismo (NDJ)

 

 

No dia 8 de outubro, sexta-feira ocorreu no auditório do Conselho Nacional de Educação (CNE), a Audiência Pública que debateu as Novas Diretrizes Curriculares do Jornalismo (NDJ). No presente momento, a Enecos se fez representada na reunião explanando para todos e todas que estavam presentes na audiência ou acompanhando pela internet o posicionamento da Executiva frente às NDJ. Para reafirmar e oficializar a nossa compreensão política do que se refere à formação profissional do comunicador social, viemos por meio deste manifestar a nossa decisão:

Continuar lendo