Nova lei de mídia argentia causa polêmica em setores sociais

Nova Lei de Mídia Argentina: muito mais que a rixa entre duas instâncias de poder.

Em 10 de outubro último, o Senado argentino aprovou por ampla maioria de votos a nova lei de Serviços de Comunicação Audiovisual, popularmente chamada no país de ‘Ley de Medios’. O ponto invejável é que ambos os lados se engalfinharam nas discussões da lei numa madrugada de sexta para sábado, o que no Brasil faria os jegues voarem. Calcada em dezenas de pontos, tem o claro intuito de descentralizar o poder monopólico de certos grupos da mídia e abrir espaço para um viés comunitário da comunicação, garantindo controle e participação social sobre a atuação da mídia.

A nova lei também serve para atualizar alguns parâmetros da comunicação contemporânea, até porque alguns deles nem podiam ter abordagem à época da legislação anterior, a lei 22.285, sancionada por ninguém menos que Jorge Rafael Videla e a sanguinária ditadura argentina – e eis o primeiro ardil da questionável cobertura do assunto pela mídia nacional: onde está a prosa de que se trata de entulho autoritário, tal qual se disse na derrubada da Lei de Imprensa verde e amarela, em meados de 2009?

Continuar lendo

Dênis de Morais: Confecom?

 

 

/Dênis de Morais atualmente faz parte do quadro de professores da UFF

 

A Conferência Nacional de Comunicação, a realizar-se em Brasília dentro de algumas semanas, é uma oportunidade extraordinária para a discussão e o encaminhamento de proposições que contribuam para a estruturação de um sistema de comunicação mais justo e democrático no Brasil. Por isso, devemos nos esforçar para realçar junto à sociedade sua importância neste momento histórico, inclusive enfatizando o direito que o exercício da cidadania nos confere de interferir nos rumos da comunicação no país.

Contudo, não podemos cultivar falsas ilusões quanto a seus resultados, nem acreditar que males crônicos serão equacionados, por encanto, em função da repercussão dos trabalhos. Não esqueçamos que o mesmo governo Lula que convocou a Conferência  praticamente nada fez em sete longos  anos de mandato para alterar o quadro geral da comunicação no país. Aí está a anacrônica legislação de radiodifusão que não me deixa mentir. Também não podemos desconhecer a força dos lobbies e interesses empresariais do setor, que se refletem no deliberado  silenciamento sobre a Conferência na chamada grande mídia.

Continuar lendo

Pra onde ir o dinheiro do Pré-Sal?

 

/campanha "o petróleo tem que ser nosso"

 

Vídeo da Campanha no You Tube: http://www.youtube.com/watch?v=araESj10PYI

 

É evidente que a exploração da jazida de petróleo no pré-sal da costa brasileira vai causar grande impacto econômico no País e no mundo. Tanto é que a disputa sobre o tesouro está apenas começando. Todos querem definir o processo conforme suas idéias políticas e seus interesses econômicos. Está em jogo a divisão do lucro: fortalece o estado e é socializado com o povo brasileiro ou vai acelerar a acumulação privada? Qual parte reverterá para o Brasil e o que será exportado para melhorar a vida dos ricos dos países ricos? Enfim, tais questões precisam ser amplamente debatidas pelo povo brasileiro.

Continuar lendo